Madeira Laminada Cruzada – A Alternativa para os Recursos Finitos

maio 7, 2018 | Arquitetura, Novidades

por FERNANDA POLLI

@fepolli 

5 min de leitura

Aquarela é uma das minhas técnicas favoritas quando quero incrementar um pouco meus desenhos ou projetos de arquitetura. É também uma técnica que permite um pouco de imprevisibilidade e dá fluidez ao sketch.

E você, gosta de trabalhos com aquarela, já tentou usar, e mesmo assim parece que sempre dá errado?

Algumas dicas simples podem facilitar sua vida e tornar a pintura com aquarela molezinha! Nesse post escolhi 5 dicas de aquarela para super iniciantes, para você, iniciante ou não começar hoje mesmo. Vamos lá?!

Dica #1 - ÁGUA

Água e um item essencial na aquarela. Toda tinta de aquarela, seja ela em tubo, bisnaga ou em pastilha precisa de água para ser “preparada”. Água também é o fator de fluidez e transparência nesse tipo de técnica.

Uma dica importante em relação a água é sempre ter dois potes de água separados, um para limpar o pincel, antes de trocar de cor, e outro para carregar a água necessária pra o preparo da tinta, tenha cuidado para que esse sempre contenha água bem limpa, para não influenciar na cor e nos tons que você estiver preparando.

Dica #2 - MISTURE SUAS CORES

Não existe nada mais sem graça do que os tons que vem direto da bisnaga ou da pastilha. Procure sempre misturar as cores para criar novos tons, buscando sempre algo mais realista, porque o um verde na natureza nunca é tão ou somente aquele verde que veio pronto, ele sempre tem um pouco de marrom, de azul, de amarelo…

Busque sempre testar novas combinações para sempre ter trabalhos incríveis e únicos.

Dica #3 - PINCEL

Pincel na aquarela é um das ferramentas mais importantes, porque ele é o “carregador” tanto da água para o preparo, quanto da tinta já pronta para o papel. Procure sempre por pinceis macios, para começar eu recomendo o orelha de boi redondo, é fácil de encontrar e bem acessível.

DICA #4 - PAPEL

O papel é algo que deve ser levado muito em consideração justamente por aquarela ser uma técnica que utiliza muita água sobre o papel, então ele deve estar preparado para se molhar.

Papeis com gramatura maior, 200, 250, 300g aceitam melhor a água e deformam com menor facilidade. Então tenha em mente que quando mais fino o papel, mais ele deformará com a água e com a tinta.

Teste diferentes gramaturas e texturas para entender melhor como a tinta funciona e em qual você se adapta melhor.

DICA #5 - PACIÊNCIA

Aquarela é uma técnica de camadas e que requer muita paciência principalmente entre uma camada e outra. Pinte, espere secar, pinte de novo, espere secar e por ai vai até finalizar o seu trabalho.

DICA BÔNUS

A dica bônus e uma das mais importantes neste post é “Não precisa ser perfeito”. A melhor coisa em qualquer técnica que você começa a trabalhara e o experimento. Experimentar novas cores, novos jeitos, novos pinceis, tudo, e acreditar que naquele momento aquilo que você está fazendo é o seu MELHOR!

No vídeo que inspirou esse post, conto uma história pessoal, de quando eu me aventurei no curso de aquarela da Belas Artes da UFRJ. Vou deixar o vídeo link aqui no post para que você possa conferi-lo na integra.

 

INSCREVA-SE NA NEWSLETTER

Inscreva-se na nossa newsletter para receber o melhor da arquitetura direto na sua Inbox

loading...

Pin It on Pinterest